A dança da pedra com o mar

Rocha ou rochedo. O que é sólido, o que é rígido. Pensamentos podem ser sólidos, mas podem se deixar levar pelas inconstâncias do movimento, da fluidez de se estar aqui ou ali, sem estar.

Pensamentos podem ser rígidos, como a água que se joga contra o rochedo para mostrar a sua força. Mas a pedra está ali, intacta. Com as marcas do tempo, do ir e vir, o mar flui dentre as lacunas que o corpo disforme da rocha não é capaz de preencher.

A disformidade é fluida.

Pensamentos sólidos podem entrar em conflito com a rigidez do pensar e preferir sentir o corpo apaziguador da pedra.

Pensamentos rígidos podem se deixar levar pelos movimentos da dança do mar.

A fluidez assusta. Entra em embate com a natureza de estar.

Ora o mar abraça-se às rochas. Ora as águas querem jorrar, e a rocha está lá.

Dançar é sentir no corpo o impacto da pedra com o mar.

Água salgada respinga no que ficou de mim.

Veja também

%d blogueiros gostam disto: